República Centro-Africana busca estrutura legal para adoção de cripto


Um comitê de 15 membros tem a tarefa de trabalhar em uma estrutura legal que permitirá que as criptomoedas operem na República Centro-Africana e acelerem o desenvolvimento da economia nacional.


6121 visualizações totais


40 ações totais


República Centro-Africana busca estrutura legal para adoção de cripto

Possuir este pedaço de história

Colete este artigo como um NFT


A República Centro-Africana (RCA), um país em desenvolvimento na África Central, criou um comitê de 15 membros responsável pela elaboração de um projeto de lei sobre o uso de criptomoedas e tokenização na região.


De acordo com Faustin-Archange Touadéra, presidente da CAR, as criptomoedas podem potencialmente ajudar a erradicar as barreiras financeiras do país. Ele acreditava na criação de um ambiente favorável aos negócios apoiado por uma estrutura legal para o uso de criptomoedas. Uma tradução aproximada do comunicado de imprensa oficial diz:

“Com o acesso às criptomoedas, desaparecerão as barreiras monetárias até agora existentes, sendo o principal objetivo das medidas adotadas pelo Governo o desenvolvimento da economia nacional.”

O comitê responsável pela elaboração do projeto de lei cripto é composto por 15 especialistas de cinco ministérios da RCA — Ministério de Minas e Geologia, Ministério de Águas, Floresta, Caça e Pesca, Ministério de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Ministério de Urbanismo, Reforma Agrária, Cidades e Habitação e Ministério da Justiça, Promoção dos Direitos Humanos e Boa Governação.


15 especialistas #centrafricains issus de plusieurs ministeres de mon gouvernement composent le comité charged’élaborer un nouveau project de loi plus complet sur l’utilisation des crypto-monnaies et ofrir a la RCA cette opportunité unica de développement economique & technologique pic. twitter.com/bZTS8HQxH3

— Faustin-Archange Touadéra (@FA_Touadera) 20 de janeiro de 2023

Por meio da colaboração, os membros têm a tarefa de trabalhar em uma estrutura legal que permitirá que as criptomoedas operem na República Centro-Africana e acelerem o desenvolvimento da economia nacional.


Relacionado: Bitcoin, Sango Coin e a República Centro-Africana


As iniciativas criptográficas do continente africano marcaram outro marco, já que a exchange cripto nigeriana Roqqu conseguiu uma licença de moeda virtual para o Espaço Econômico Europeu após dois anos de espera pela permissão das autoridades reguladoras.


O CEO da Roqqu, Benjamin Onomor, disse ao Cointelegraph que os africanos offshore enviam de volta mais de US$ 5 bilhões para seus parentes, e o atual sistema de remessas retarda o processo.


“Faz muito sentido resolver esse problema usando criptomoeda como veículo. A criptografia é uma rota mais rápida e barata que pode preencher a lacuna e ajudar a reduzir as taxas na movimentação de dinheiro globalmente. Este é o cerne do problema que queremos resolver”, acrescentou.



Source: https://cointelegraph.com/news/central-african-republic-eyes-legal-framework-for-crypto-adoption

Deixe um comentário